sábado, 5 de junho de 2010

Psicopedagogia e Tecnologia


O computador é uma ferramenta tecnológica que com certeza pode auxiliar no processo ensino-aprendizagem.Ele pode ser utilizado como recurso educacional com objetivo de auxiliar nas dificuldades de aprendizagens existentes.
Para Tikhomirow o computador deve ser visto como instrumento de aprendizagem, que não faz desaparecer o pensamento, mas ajuda reorganizá-lo.
Esta máquina não deve ser utilizada excessivamente substituindo outras atividades educacionais.Por sua vez, os educadores devem buscar informações sobre o melhor aproveitamento desta ferramenta.O computador pode ser utilizado em projetos de criação e nos softwares educacionais usados para trabalhar com crianças de várias faixas etárias.
A psicopedagogia e a informática são áreas distintas mas se complementam quando o foco principal é o sujeito que não aprende.Estas áreas conjuntamente são capazes de desenvolver o pensamento, oportunizando o crescimento,a auto estima e a tomada de decisões frente a cada estímulo novo apresentado, favorecendo assim um trabalho alicerciado na confiança e no vínculo entre terapeuta e paciente.Seymour Papert, ressaltou que nós nos motivamos a aprender o novo quando este tem uma ligação com um conhecimento prévio ou significativo para nós.
Segundo Valente (1998), diante de uma situação problema, o aprendiz tem que utilizar toda sua estrutura cognitiva descrevendo para o computador os passos para a resolução do problema, utilizando uma linguagem de programação. A descrição da resolução do problema vai ser executada pelo computador. Essa execução fornece um “feedback” somente daquilo que foi solicitado à máquina. O aprendiz deverá refletir sobre o que foi produzido pelo computador; se os resultados não corresponderem ao desejado, o aprendiz tem que buscar novas informações para incorporá-las ao programa e repetir a operação.
Assim sendo,acredito que a psicopedagogia aliada a informática muito fará para o sujeito com dificuldades de aprendizagem. Este se beneficiará como um sujeito aprendente tornando-se pensador,criativo, autônomo e autor da sua própria história.

2 Comentários:

Às 20 de junho de 2010 15:47 , Blogger Joyce Boer disse...

Val, adorei o teu blog guria! Tu te puxou heim? Teu texto ta super bom, por mim, tu vai ficar com 10!!!!! Parabéns.
Bjs

 
Às 2 de agosto de 2010 06:10 , Blogger MÔNICA GERVASON ALVIM disse...

Oi estou seguindo o seu blog
Segue o meu?
http://mgervasom.blogspot.com/
Também sou psicopedagoga
Obrigada
Mônica

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial